sicnot

Perfil

Economia

Mais uma reunião na Autoeuropa que termina sem avanços

A Comissão de Trabalhadores voltou esta quinta-feira a reunir-se com a administração da Autoeuropa. O encontro acabou, mais uma vez, sem avanços nas negociações.

Num ano de grande aumento da produção, os trabalhadores exigem, entre outras coisas, um aumento de 50 euros por mês e a criação de pelo menos mais uma linha de montagem, de modo a que haja uma subida do número de pessoas a trabalhar ao mesmo tempo.

O novo horário começa daqui a três semanas e prevê o trabalho obrigatório ao sábado. A administração já disse, no entanto, que não aceita negociar o essencial da medida.

  • Trabalhadores da Autoeuropa mantêm exigências
    1:49

    Economia

    O Sindicado dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras não vai convocar uma greve na Autoeuropa para o início de fevereiro, apesar da vontade expressa pelos trabalhadores da empresa. O sindicato diz que houve uma pequena evolução nas negociações com a comissão de trabalhadores, mas mantém as exigências, entre elas aumentos salariais, mais tempo de pausa e uma nova linha de montagem.

  • Braço de ferro na Autoeuropa continua, com greve no horizonte
    0:37

    Economia

    Ao segundo dia de negociações com a administração da Autoeuropa, o sindicato das Indústrias Metalúrgicas admite que não se avançou na contenda e os trabalhadores devem voltar a ser ouvidos, antes de definir novas formas de luta. A greve está para já prevista, mas também não está afastada.

  • As suspeitas que recaem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho
    2:00