sicnot

Perfil

O caminho mais longo para o Alasca

O caminho mais longo para o Alasca

O caminho mais longo para o Alasca

A viagem

O caminho mais longo até ao Alaska

The Longest Way to Alaska é a viagem de três jovens portugueses. Estão juntos numa volta ao mundo e, sempre que possível, andam à boleia. Começaram em novembro, em Londres, e já passaram em 12 países. De Inglaterra ao Sri Lanka, de Myanmar ao Laos, sem esquecer a Austrália, a Nova Zelândia, os EUA e a Islândia. Têm vivido histórias surpreendentes com pessoas que, provavelmente, nunca voltarão a encontrar. Ou, quem sabe, talvez as encontrem do outro lado do mundo.

A decisão de viajarem à boleia não foi difícil. O objetivo é conhecer pessoas, chegar mais rapidamente aos destinos, ter histórias para contar e, claro, gastar pouco dinheiro para conseguir prolongar a viagem. "Na Austrália fizémos cerca de cinco mil quilómetros sem gastar um único dólar", conta João Pedro Carvalho. Já lhes ofereceram bilhetes de comboio e autocarro. Recusaram. Foi esta a forma que escolheram para viajar. É assim que vão continuar até ao regresso a Portugal que deverá acontecer no próximo verão, quem sabe.

Também com o objetivo de poupar dinheiro vão dormindo onde podem. Mosteiros em Myanmar, na rua ou em casa de alguém que lhes dê um espaço para pernoitar. Com eles levam um cartão com duas informações para quem lhes dá boleia. O nome da cidade para onde vão e o aviso de que não têm dinheiro.

Pelo caminho vão acumulando as histórias das centenas de pessoas com quem se cruzam em boleias que podem durar cinco minutos ou seis horas. Viagens que acontecem em carrinhas, ambulâncias, carros de polícia ou motas. Tiram fotos com cada pessoa que os ajuda para lembrarem aquilo a que chamam de "elo de confiança profundo que só tem a duração de uma boleia".

"Lidar com tantas histórias de vida traz-te uma enorme capacidade de adaptabilidade. Vês as pessoas de outra forma, não as julgas logo. Se encontras alguém com opiniões diferentes das tuas, tens que arranjar forma de defenderes o teu ponto de vista de modo a não pareceres mal educado pois corres o risco de ser deixado no meio do nada. Aprendes a adaptar-te a todas as situações. Essa acaba por ser a lição mais valiosa", conta Fernando Vaz que viaja à boleia pela segunda vez.

Conheça mais sobre cada um deles, o que procuram e o que encontram. Conheça as viagens, as experiências, os locais e as pessoas que vão conhecendo. Veja-os em fotos ou em vídeo. Têm algo para contar.

Conheça mais na página de Facebook: The Longest Way to Alaska

Bárbara Gonzalez Gomes

  • "Jantámos porco, arroz e sapos"

    O caminho mais longo para o Alasca

    Novembro de 2015. Fernando Vaz e João Pedro Carvalho partiram de Lisboa e Alex Bissell da Escócia. Encontraram-se em Londres. O primeiro destino dos três amigos era o Sri Lanka. A partir daí, seguiu-se a Tailândia, o Laos, Vietname, Cambodja e Myanmar. Em cada lugar, pelo menos uma história têm para contar. Uma das mais marcantes foi uma viagem pela selva do Laos. Andaram perdidos, eles e os guias. Choraram e riram. Acabaram a noite a dormir em folhas de bananeiras e a comer sapos.

  • Os viajantes

    O caminho mais longo para o Alasca

    Alex Bissell, João Pedro Carvalho e Fernando Vaz têm 22 anos e são amigos há mais uma década. Consideraram esta a altura certa para uma pausa antes da entrada no mercado de trabalho. Decidiram entrar juntos numa aventura: viajar pelo mundo à boleia. Os planos de viagem acabam por ser alterados, alguns desvios são feitos e, por vezes, separam-se. Porque se um quer fazer surf ou mergulho numa praia australiana, não há que impedir o outro de conhecer Myanmar ou a Ilha de Páscoa.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC