sicnot

Perfil

Acidente aéreo na Colômbia

Acidente aéreo na Colômbia

Acidente aéreo na Colômbia

Atlético Mineiro recusa jogar com Chapecoense na última jornada do Brasileirão

© Fredy Builes / Reuters

O Atlético Mineiro recusou-se esta quinta-feira a enfrentar a Chapecoense na última jornada do campeonato brasileiro de futebol, depois de 19 jogadores desta equipa terem morrido num acidente de avião.

"Não disputaremos essa partida. Não iremos a Chapecó disputar o último jogo. Respeitamos o desporto, mas respeitamos o luto. Não podemos exigir isso a nenhum jogador", afirmou o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno.

A posição do clube mineiro surge depois de a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ter feito uma petição à Chapoecoense no sentido de apresentar uma equipa contituída por jogadores das camadas jovens na última ronda, que foi adiada de 04 para 11 de dezembro, devido à queda do avião na Colômbia.

Nepomuceno anunciou que comunicou a decisão do Atlético à CBF e que o clube está disposto a assumir eventuais penalizações. "Provavelmente a maior sanção será a perda de três pontos. Isso não muda nada, mas é o mínimo que podemos fazer pelas famílias das vítimas, pela cidade e pelo país, que está a sofrer com isto", acrescentou.

O desastre provocou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos elementos da Chapecoense e acompanhantes, que se deslocavam para Medellín para defrontar a equipa colombiana do Atlético Nacional, na primeira mão da final da Taça Sul-americana.

Dos seis sobreviventes, três são jogadores da equipa de Chapecó, que continuam hospitalizados na Colômbia.

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • EUA preparam-se para ver o primeiro eclipse solar total, 38 anos depois
    1:40
  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.