sicnot

Perfil

Acidente aéreo na Colômbia

Acidente aéreo na Colômbia

Acidente aéreo na Colômbia

Bolívia culpa piloto e companhia aérea pelo acidente de avião na Colômbia

© Fredy Builes / Reuters

Uma investigação realizada na Bolívia concluiu que o piloto e a companhia aérea LaMia foram os responsáveis pelo acidente de avião que matou 71 pessoas no mês passado, incluindo jogadores da equipa brasileira de futebol Chapecoense.

"A responsabilidade direta é da empresa LaMia e do piloto", disse o ministro da Obras Públicas e Serviços Militares da Bolívia, Milton Claros.

As autoridades bolivianas chegaram a esta conclusão ao analisar uma gravação de áudio na qual o piloto sugere que a aeronave ficou sem combustível ao dizer que houve uma "falha elétrica total", e "falta de combustível".

Logo após estas declarações aeronave acabou por embater numa encosta perto da cidade colombiana de Medellín.

O governo boliviano também informou que vai processar a LaMia e seus funcionários e a controladora de tráfego aéreo Celia Castedo, que autorizou o plano de voo.

Assim, o presidente da LaMia, Gustavo Vargas Gamboa, e seu filho, Gustavo Vargas Villegas e a controladora de voo continuam a ser investigados, mas rejeitam assumir o erro.

A LaMia anunciou que fará compensações individuais no valor de 165 mil dólares (158 mil euros) para as famílias das vítimas e os únicos seis sobreviventes do acidente

Lusa

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.