sicnot

Perfil

Acidente aéreo na Colômbia

Acidente aéreo na Colômbia

Acidente aéreo na Colômbia

Sobrevivente da queda do avião incentiva plantel na apresentação da Chapecoense

Sirli Freitas / Chapecoense HANDOUT

A Chapecoense realizou esta sexta-feira a sua apresentação oficial para a próxima temporada, contando com a presença do futebolista Hélio Neto, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo que matou 71 pessoas a 28 de novembro.

De muletas, Neto participou na apresentação do plantel, formado por alguns dos jogadores que não viajaram para Medellín (Colômbia), onde o clube brasileiro iria disputar a primeira mão da final da Taça Sul-americana com os colombianos do Atlético Nacional, vários futebolistas da filial promovidos à equipa principal e os cinco novos reforços já apresentados.

Em conferência de imprensa, o defesa assumiu que voltar à Chapecoense lhe dá forças para não "afundar-se numa depressão", depois do trágico acidente em que morreram a maioria dos seus companheiros de equipa.

"Primeiro, preciso recuperar a minha saúde e a minha mente também. Estar aqui [na Chapecoense] é o que me dá força. Ou melhoro e represento esses colegas da forma que eram ou vou afundar-me numa depressão", explicou Neto.

O jogador admitiu que ainda "depende de toda a gente", mas que notou uma evolução desde que "acordou na Colômbia e não reconhecia ninguém".

Numa foto divulgada pelo clube, Neto aparece a falar com os jogadores que subiram à equipa principal.

O diretor executivo do clube catarinense, Rui Costa, discursou perante o plantel, incentivando os futebolistas a "honrar os legados que foram deixados" pelas vítimas.

"Este grupo está à disposição dos nossos adeptos para que possam voltar a ter esse prazer, alegria e esperança de voltar a ver a Chapecoense entre os melhores", acrescentou.

A 28 de novembro, a queda do avião da companhia boliviana Lamia perto de Medellín (Colômbia) causou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores da Chapecoense e dirigentes e jornalistas que acompanhavam a equipa de brasileira, que se preparava para disputar a primeira mão da final da Taça Sul-americana com os colombianos do Atlético Nacional.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC