sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Rapaz agredido em rixa em Ponte de Sor sofre múltiplas fraturas

O rapaz de 15 anos sofreu múltiplas fraturas ao ser agredido numa rixa em Ponte de Sor, alegadamente por outros dois rapazes de 17 anos, e foi transferido para Lisboa.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) disse à agência Lusa que o rapaz "apresentava múltiplas fraturas, escoriações e perda de conhecimento" no momento em que foi assistido.

Contactado pela Lusa, o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Portalegre da Guarda, José Moisés, relatou que as autoridades começaram por registar, durante a madrugada, um desentendimento entre a vítima e os supostos agressores junto a um bar daquela cidade alentejana.

Mais tarde, segundo o oficial, os dois rapazes terão agredido a vítima na Avenida da Liberdade, em pleno centro de Ponte de Sôr.

O rapaz de 15 anos, que foi mais tarde encontrado inanimado por trabalhadores do município que recolhiam o lixo, foi assistido no centro de saúde de Ponte de Sor, mas teve de ser transportado de helicóptero para o Hospital de Santa Maria.

Contactada pela agência Lusa, a unidade indicou não poder dar informações por se tratar de um menor.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre indicou que o alerta foi dado às 03:55, tendo sido mobilizados para o local cinco bombeiros, uma ambulância, uma viatura de suporte imediato de vida (SIV) de Ponte de Sor, além de elementos da GNR.

Segundo José Moisés, os dois suspeitos estão à guarda da GNR até à chegada da Polícia Judiciária (PJ), que vai investigar este caso.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.