sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Rapazes suspeitos de espancar jovem em Ponte de Sor têm imunidade diplomática

A vítima, um jovem de 15 anos, está hospitalizada e os filhos gémeos do embaixador do Iraque em Lisboa, suspeitos de tentativa de homicídio e ofensas à integridade física agravadas, do jovem de 15 anos estão em liberdade. Segundo uma fonte ligada ao processo, os dois rapazes têm imunidade diplomática.


O passaporte diplomático foi, para já, impedimento legal à detenção dos rapazes de 17 anos. Os gémeos iraquianos estão a tirar o brevet na Escola Aeronáutica de Ponte de Sôr e terão estado envolvidos numa rixa com um grupo de jovens numa discoteca.

Cerca de duas horas depois, terão atacado, já na rua, um rapaz de 15 anos, agredindo-o violentamente.

A vítima foi transferida para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde foi operada e está em coma induzido.

A situação é estável mas o prognóstico é reservado.

Apesar de terem apenas 17 anos, os gémeos iraquianos tinham à disposição, em Ponte de Sor, um carro do Corpo Diplomático que, aparentemente, dirigiam.

O caso está ser investigado pela Brigada de Homicídios da Polícia Judiciária.

A imunidade diplomática é uma forma de imunidade legal que assegura às Missões diplomáticas inviolabilidade e aos diplomatas salvo-conduto, isenção fiscal e de outras prestações públicas, bem como de jurisdição civil e penal e de execução.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.