sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Ex-embaixador do Iraque em Lisboa chocado com caso de Ponte de Sor

O anterior embaixador do Iraque em Portugal diz que está chocado, revoltado e envergonhado com o caso do jovem agredido em Ponte de Sor, na passada quarta-feira. Ruben Cavaco foi agredido pelos dois filhos do atual embaixador.

Num e-mail a que a Rádio Renascença teve acesso, Hussain Sinjari expressou "a maior raiva, choque e tristeza pela violência bárbara". O diplomata iraquiano - atualmente embaixador na Roménia - elogia a "generosidade" e a "bondade" dos portugueses e faz votos para que a vítima "recupere totalmente".

O Ministério dos Negócios Estrangeiros iraquiano diz que está a acompanhar o caso "com preocupação" e informa que deu início a uma investigação para conhecer mais detalhes.

Os alegados agressores são dois irmãos de 17 anos, que por serem filhos do embaixador iraquiano em Lisboa, têm imunidade diplomática e acabaram por ser libertados.

A vítima está nos cuidados intensivos no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, em coma induzido depois de uma operação à cabeça e ao rosto.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.