sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

PJ já ouviu primeiras testemunhas em Ponte de Sor

A Polícia Judiciária já terá estado em Ponte de Sor para ouvir as primeiras testemunhas do caso que envolve os dois filhos gémeos do embaixador do Iraque. De acordo com o jornal Observador, uma brigada da Directoria de Lisboa da PJ já esteve na localidade e falou com diversas testemunhas. De acordo com uma fonte da Judiciária, citada pelo jornal, "estão a ser feitas todas as diligências que podem ser feitas, sem colidir com a imunidade diplomática".

A intenção é a de realizar e concluir a investigação o mais rapidamente possível, para a seguir - em conjunto com o Ministério Público - propôr ao juiz de instrução criminal o interrogatório aos dois filhos do diplomata.

A polícia aguarda autorização médica para realizar exames periciais a Ruben Cavaco e depois, mais tarde, ouvir a vítima.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".

  • O regresso a casa depois do incêndio no Sardoal
    2:43
  • Cerca de 20 mil portugueses vivem em Barcelona
    1:44