sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Santana Lopes diz que governo iraquiano "não está insensível" ao caso de Ponte de Sor

Santana Lopes diz que governo iraquiano "não está insensível" ao caso de Ponte de Sor

Pedro Santana Lopes considera que a chamada do embaixador a Bagdade é um sinal no sentido em que estão interessados a resolver o caso. Já António Vitorino acredita que o Iraque não vai criar nenhum entrave ao levantamento da imunidade diplomática.

  • A versão dos filhos do embaixador do Iraque
    11:05

    Agressões em Ponte de Sor

    Haider e Ridha Ali, filhos do embaixador do Iraque em Lisboa, vivem há um ano em Portugal. Um dos gémeos frequenta uma escola de pilotos em Ponte de Sor. Na semana passada o irmão visitou-o. Os dois foram a um bar com amigos. Aquilo que parecia uma noite banal terminou no internamento de um rapaz de 15 anos. Ruben Cavaco ficou entre a vida e a morte. Numa entrevista à jornalista da SIC Sofia Arede, os jovens iraquianos dão a sua versão dos acontecimentos.

  • A imunidade diplomática "não faz sentido" no caso de Ponte de Sor
    9:27

    Agressões em Ponte de Sor

    Os filhos do embaixador do Iraque em Portugal são suspeitos de agressão a um jovem de 15 anos. Em entrevista exclusiva à SIC, os jovens pedem desculpa a Ruben Cavaco e dizem que vão continuar no país até que seja tudo esclarecido. Paulo Sternberg diz que neste caso a imunidade "não faz sentido" e que a Convenção Europeia dos Direitos do Homem prevalece porque o que está em causa são "os direitos fundamentais" do jovem agredido.

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.