sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Jovem que acompanhava gémeos iraquianos diz que ambos os grupos tiveram culpa

Exclusivo SIC

Jovem que acompanhava gémeos iraquianos diz que ambos os grupos tiveram culpa

O jovem que acompanhava os dois irmãos iraquianos na noite dos desacatos em Ponte de Sor falou em exclusivo à SIC. Trata-se de um estudante da escola de aviação, onde estuda também um dos gémeos. O rapaz entende que ambos os grupos tiveram culpa na rixa à porta do bar.

  • As contradições no caso da agressão em Ponte de Sor
    4:25

    Agressões em Ponte de Sor

    Na entrevista dada em exclusivo à SIC, os irmãos iraquianos admitem que perderam o controlo durante a agressão a Ruben Cavaco e, ao contrário do comunicado da embaixada iraquiana, não alegam legítima defesa. Os gémeos dizem também que antes de encontrarem Ruben sozinho na rua tinham sido agredidos por um grupo de seis rapazes. Essa alegação é rejeitada por duas pessoas que a Sic entrevistou.

  • A versão dos filhos do embaixador do Iraque
    11:05

    Agressões em Ponte de Sor

    Haider e Ridha Ali, filhos do embaixador do Iraque em Lisboa, vivem há um ano em Portugal. Um dos gémeos frequenta uma escola de pilotos em Ponte de Sor. Na semana passada o irmão visitou-o. Os dois foram a um bar com amigos. Aquilo que parecia uma noite banal terminou no internamento de um rapaz de 15 anos. Ruben Cavaco ficou entre a vida e a morte. Numa entrevista à jornalista da SIC Sofia Arede, os jovens iraquianos dão a sua versão dos acontecimentos.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.