sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Só o Iraque pode levantar imunidade diplomática aos filhos do embaixador

O Ministério dos Negócios Estrangeiros considera que não compete às autoridades portuguesas levantar a imunidade diplomática, nem ao embaixador iraquiano em Lisboa, nem aos filhos do diplomata.

Numa nota enviada esta tarde às redações, o Ministério invoca vários argumentos jurídicos para enquadrar o caso da agressão em Ponte de Sor, afirmando que, ao abrigo da convenção de Viena sobre Relações diplomáticas, não cabe ao Estado português retirar a imunidade aos agentes diplomáticos estrangeiros acreditados em Portugal.

A nota do Ministério refere que, neste caso, será apenas o Iraque que poderá renunciar a esse estatuto, tendo de o fazer de forma expressa. De acordo com o Ministério, o Governo pode solicitar às autoridades iraquianas que determinem o levantamento da imunidade diplomática, mas sempre e apenas a pedido das autoridades judiciárias portuguesas.

Feita a explicação jurídica, a nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros sublinha ainda que a imunidade é um garante da defesa dos diplomatas, que implica, também, uma conduta irrepreensível por parte de quem goza desse estatuto.

  • A versão dos filhos do embaixador do Iraque
    11:05

    Agressões em Ponte de Sor

    Haider e Ridha Ali, filhos do embaixador do Iraque em Lisboa, vivem há um ano em Portugal. Um dos gémeos frequenta uma escola de pilotos em Ponte de Sor. Na semana passada o irmão visitou-o. Os dois foram a um bar com amigos. Aquilo que parecia uma noite banal terminou no internamento de um rapaz de 15 anos. Ruben Cavaco ficou entre a vida e a morte. Numa entrevista à jornalista da SIC Sofia Arede, os jovens iraquianos dão a sua versão dos acontecimentos.

  • Embaixador do Iraque em Lisboa chamado a Bagdade

    Agressões em Ponte de Sor

    O embaixador do Iraque em Lisboa foi chamado a Bagdade na sequência das agressões em Ponte de Sor. A agressão a um jovem de 15 anos está já em vários órgãos de comunicação social estrangeiros. Os filhos do diplomata dizem-se vítimas das circunstâncias e garantem que não invocaram a imunidade diplomática relativamente ao caso da agressão ao jovem. O advogado de Ruben Cavaco vai estar em direto no Primeiro Jornal da SIC com novas revelações sobre este caso.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.