sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Portugal pede resposta urgente ao Iraque sobre imunidade de filhos do embaixador

O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) solicitou urgência na resposta das autoridades iraquinas ao pedido de levantamento da imunidade diplomática dos filhos do embaixador do Iraque em Portugal envolvidos em incidentes em Ponte de Sor.

"Na sequência do pedido do levantamento da imunidade diplomática apresentado no passado dia 25 de agosto, foram já realizadas diligências junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros em Bagdad e junto da Embaixada do Iraque em Lisboa, solicitando urgência na obtenção de uma resposta por parte das autoridades iraquianas", informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros português.

Alem disso, o ministério tutelado por Augusto Santos Silva adianta que já tem agendada uma reunião entre os Ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal e do Iraque a realizar em Nova Iorque no decurso da semana ministerial da Assembleia Geral das Nações Unidas, entre os dias 19 e 23 de setembro.

No dia 17 de agosto, Rúben Cavaco, de 15 anos, foi agredido em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, pelos filhos do embaixador do Iraque em Portugal, gémeos de 17 anos.

O jovem alentejano sofreu múltiplas fraturas, tendo sido transferido no mesmo dia do centro de saúde local para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde ainda se encontra internado, tendo chegado a estar em coma induzido.

Os dois rapazes suspeitos da agressão são filhos do embaixador iraquiano em Portugal, Saad Mohammed Ali, e têm imunidade diplomática, ao abrigo da Convenção de Viena.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32