sicnot

Perfil

Agressões em Ponte de Sor

Ministro dá mais uma semana ao Iraque para novas informações

Em atualização

O ministro dos Negócios Estrangeiros anunciou hoje que vai esperar mais uma semana por uma resposta das autoridades iraquianas, sobre o levantamento da imunidade parlamentar dos filhos do embaixador em Portugal, no caso das agressões em Ponte de Sor. O Iraque adiou a decisão, pedindo resposta a "questões jurídicas".

Última atualização às 10:09

O Ministério dos Negócios Estrangeiros pronunciou-se esta manhã sobre a resposta do Iraque ao pedido de levantamento de imunidade diplomática dos filhos do embaixador em Lisboa.

A resposta de Bagdade chegou ontem ao Governo numa nota em que "aquelas autoridades suscitam questões jurídicas relacionadas com o processo de inquérito relativo aos incidentes de Ponte de Sor".

O Ministério acrescenta em comunicado que "transmitiu hoje de manhã o teor daquela nota à Procuradoria-geral da República, solicitando que, se entender pertinente, faculte eventuais elementos adicionais".

Os gémeos, implicados na agressão a um jovem em Ponte de Sor, deveriam também ter chegado ontem a Portugal. Não há no entanto informação que o tenham feito.

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07