sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Caixa negra do A320 encontrada e alguns corpos avistados

 Uma das caixas negras do Airbus A320 da companhia aérea Germanwings que hoje se despenhou nos Alpes franceses com 150 pessoas a bordo foi encontrada pelos serviços de socorro, anunciou o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve. De acordo com o jornal espanhol El Mundo, já foram avistados vários corpos no local do acidente, a dois mil metros de altitude.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

"A caixa negra vai ser imediatamente analisada, nas próximas horas, para permitir que o inquérito judicial avance rapidamente", disse o ministro, que se deslocou à zona do acidente, citado pelo jornal Le Figaro.

"Foram tomadas disposições para isolar a zona do acidente para que a investigação possa decorrer nas melhores condições. A prefeitura e os serviços nacionais estão a mobilizar-se para acolher as famílias que queiram vir ao local", acrescentou Cazeneuve, que falava pela segunda vez à imprensa desde que chegou à localidade de Seyne-les-Alpes, a cerca de dez quilómetros do local do acidente.

O ministro viajou hoje de avião para a região de Digne-les-Bains (sul de França), e sobrevoou o local do acidente, no maciço de Estrop.

Depois de se reunir com as autoridades locais e os responsáveis dos serviços de emergência, Cazeneuve deu uma curta primeira conferência de imprensa em que anunciou que estão mobilizados "300 bombeiros", "300 militares da 'gendarmerie'" e "dez helicópteros e aviões militares", meios coordenados pela prefeitura de Alpes-de-Haute-Provence.

"A violência do choque dá-nos poucas esperanças" quanto à possibilidade de haver sobreviventes, disse o ministro, recusando contudo ser categórico quanto à morte de todos os 150 ocupantes do avião.

O Airbus A320 da companhia de baixo custo alemã Germanwings partiu hoje de manhã de Barcelona com destino a Düsseldorf, mas despenhou-se nos Alpes franceses, num local de muito difícil acesso, a cerca de 2.000 metros de altura, perto da localidade de Barcelonnette, na região de Digne-les-Bains (sul de França).



  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras