sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Germanwings cancela voo entre Madrid e Dusseldorf

A companhia aérea Germanwings, a que pertencia o avião que se despenhou hoje nos alpes franceses, cancelou por "razões operacionais" o voo Madrid-Dusseldorf que estava programado para as 20:05, disseram fontes do aeroporto de Barajas. 

© Ralph Orlowski / Reuters

A companhia aérea alemã operadora de voos de baixo custo invocou "razões operacionais" acrescentando que o voo vai efetuar-se "logo que seja possível". 

De acordo com passageiros ouvidos pela agência espanhola EFE, o voo marcado para as 20:05 (19:05 em Lisboa) foi cancelado já depois de muitas pessoas terem expedido as bagagens. 

Os funcionários da companhia alemã disseram ainda aos passageiros para começarem a tratar de conseguir alojamento, caso fosse necessário.

O anúncio acontece poucas horas depois de um Airbus A320 da Germanwings ter caído num local de difícil acesso nos alpes franceses, depois de ter descolado de Barcelona com destino a Dusseldorf, com 150 pessoas a bordo.

De acordo com as autoridades francesas todos os ocupantes do avião terão morrido.

Na maior parte, os passageiros são de origem alemã mas de acordo com o governo de Madrid "há 45 passageiros com apelido espanhol".










Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.