sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Escolas alemã e espanhola de luto pela morte de alunos no acidente nos Alpes

A escola alemã onde estudavam e trabalhavam 18 das 150 vítimas da queda do avião da Germanwings decidiu hoje reabrir as portas. Os alunos não vão, no entanto, ter aulas normais. O dia de hoje será preenchido com sessões de acompanhamento conduzidas por psicólogos.

O grupo da Escola Joseph-Koenig frequentava o 10º ano e fazia a viagem de regresso depois de uma semana de intercâmbio em Espanha

O grupo da Escola Joseph-Koenig frequentava o 10º ano e fazia a viagem de regresso depois de uma semana de intercâmbio em Espanha

© Ina Fassbender / Reuters

Em Espanha, a escola onde os 16 jovens alemães que morreram no acidente passaram a última semana está em choque. Os estudantes estavam numa província de Barcelona ao abrigo de um programa de intercâmbio.

 

Esta manhã foi feito um minuto de silêncio para lembrar o grupo de jovens. Os colegas dizem estar muito afetados pelo acidente. Os professores já garantiram que o dia de aulas vai ser mais descontraído e que vão falar e acompanhar os alunos sobre o sucedido.

 

Na Alemanha, as aulas foram suspensas ontem, depois de se saber que 16 alunos e 2 professores morreram na tragédia. O grupo da Escola Joseph-Koenig, em Haltern, no oeste do país, frequentava o 10º ano e fazia a viagem de regresso depois de uma semana de intercâmbio em Espanha
  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Governo quer que preço da energia deixe de ser superior ao resto da Europa
    1:38

    Economia

    O preço da luz vai descer para as famílias já a partir de janeiro, o que não acontece há 17 anos. É uma descida quase simbólica, de 0,2%. Ainda assim, o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, disse, em entrevista na SIC Notícias, que é um sinal e que, até ao final da legislatura, o Governo quer que o país deixe de praticar preços superiores à média europeia.