sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Pilotos da Germanwings recusam-se a voar nos A320

Mais de 30 voos, com partida marcada a partir dos aeroportos alemães, terão sido cancelados, segundo a imprensa germânica. Os pilotos alegam motivos pessoais para não embarcar nos A320, o mesmo modelo que caiu nos Alpes franceses. A Germanwings garante que apenas um voo foi cancelado.

Martin Meissner

Vários pilotos da Germanwings, a filial da Lufthansa, recusam-se a voar nos A320 da companhia, o que levanta algumas suspeitas em relação ao estado dos aparelhos.

Mais de 30 voos terão sido cancelados. De acordo com o jornal alemão "Bild", os pilotos alegam não estar aptos para voar, por motivos pessoais. 

Contudo, a assessoria de imprensa indica que "após o acidente de ontem em França, a Germanwings cancelou um voo hoje, indo operar todos os restantes voos de acordo com o horário". Mas a maioria desses voos serão realizados em aviões "predominantemente de outras companhia aéreas, como a Lufthansa, a Air Berlin e a TuiFly".

A Germanwings adianta que "devido a stress emocional, alguns membros da tripulação não se sentem capazes de voar hoje".

A revista Der Spiegel, avança que o aparelho, que caiu ontem nos Alpes franceses, terá tido problemas técnicos no trem de aterragem. À revista, a Germanwings diz que esse problema não afeta a segurança dos aparelhos.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.