sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Lufthansa revela que Lubitz viveu "episódio de grande depressão"

A Lufthansa esclareceu esta terça-feira que o co-piloto alemão do Airbus A320, Andreas Lubitz, informou a Escola de Voo, em 2009, sobre um "episódio anterior de uma grande depressão".

Getty Images

A Lufthansa, proprietária da companhia aérea de baixo custo Germanwings, refere que Lubitz interrompeu o treino durante alguns meses, mas que antes de voltar a ter formação, em 2009, passou nos exames médicos. 

Agora, a companhia aérea revela que o co-piloto entregou afinal documentos médicos que mostravam que tinha sofrido um "episódio de uma grave depressão". 

Esta segunda-feira, os procuradores de Dusseldorf revelaram que o co-piloto tinha recebido tratamento médico devido a "tendências suicidas".


  • Co-piloto do Airbus A320 teria problemas de visão
    2:20

    Mundo

    Os responsáveis pela investigação não excluem outras hipóteses para a causa do acidente da GermanWings. Até agora, todas as pistas indicam que o co-piloto foi o único responsável. Em entrevista a um jornal alemão, a ex-namorada de Andreas Lubitz diz que tinha medo dele e confirma que estava a ser tratado em psiquitria. O New York Times avança que o co-piloto teria ainda problemas de visão, para os quais procurou tratamento.

  • Lubitz terá ocultado baixa psiquiátrica à Germanwings no dia do acidente
    2:27

    Airbus cai nos Alpes

    Continua envolta em mistério a personalidade do co-piloto da Germanwings. A justiça alemã admite apenas que Andreas Lubitz recebeu tratamento psiquiátrico antes de obter a licença de pilotagem. Por seu lado, a imprensa alemã garante que o jovem, de 28 anos, tinha tendências suicidas e que ocultou uma baixa psiquiátrica à companhia aérea, no dia do acidente. Esta segunda-feira, foram divulgadas as primeiras imagens do piloto alemão, durante uma sessão de formação de pilotagem.

  • Quando se confunde o pedal do travão com o acelerador
    0:38

    Mundo

    Na China, chegam imagens de um acidente fora do normal. Um homem parou o carro e saiu para cumprimentar um amigo. Enquanto conversavam, a viatura começou a descair lentamente. O condutor correu de imediato para o carro. Com as mãos já no volante, tentou evitar o pior mas em vez de carregar no travão, carregou no acelerador.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.