sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Lufthansa não informou autoridades dos transtornos psíquicos do copiloto Lubitz

A companhia aérea alemã Lufthansa não informou as autoridades do tráfico aéreo dos transtornos psíquicos de que padecia Andreas Lubitz, o copiloto que presumivelmente provocou de forma deliberada a queda do Airbus da Germanwings com 150 pessoas a bordo.

© Wolfgang Rattay / Reuters

A informação é avançada hoje pelo jornal alemão Die Welt, que cita fontes do departamento de Tráfego Aéreo sobre o processo do copiloto, que em 2009 retomou a sua formação na escola da Lufthansa, depois de aparentemente ter superado um episódio de depressão grave.

"Não é certo que o departamento federal de Tráfego Aéreo (LBA) estivesse informado da situação médica" de Andreas Lubitz, indicou ao Die Welt uma fonte do organismo.

Segundo esta versão, a LBA teve acesso pela primeira vez às atas médicas do Centro Médico da Lufthansa a 27 de março, três dias depois da queda do Airbus A320 da Germanwings nos Alpes.

O jornal sublinha que a Lufthansa, casa-mãe da Germanwings, estava obrigada a comunicar casos médicos considerados graves, como uma depressão, devido a uma normativa imposta em 2013.

Desde 2009, quando Lubitz retomou a sua formação como piloto depois de um tratamento de vários meses contra a depressão, o copiloto passou seis inspeções médicas, nas quais se certificou que era apto para pilotar.

Outro jornal alemão, o Bild, noticia hoje que a maioria dos pilotos que sofrem de depressão ocultam-no, de acordo com a informação do diretor do departamento médico da Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO, em inglês), Anthony Evans.









Lusa
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.