sicnot

Perfil

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Quarenta detidos após ataque contra embaixada da Arábia Saudita em Teerão

Quarenta pessoas foram presas após o ataque contra a embaixada da Arábia Saudita na noite de sábado para domingo em Teerão, anunciou o procurador da capital iraniana, Abbas Jafari Dolatabadi.

© Reuters Photographer / Reuter

"Até agora, 40 pessoas que estão dentro da embaixada foram identificadas e presas. A investigação está em curso para identificar outros responsáveis por este incidente", disse o procurador, citado pela agência iraniana ISNA.

A embaixada saudita em Teerão foi atacada por manifestantes que protestavam contra a execução na Arábia Saudita do clérigo xiita Nimr Baqer al-Nimr, segundo a ISNA.

De acordo com a agência, os manifestantes lançaram 'cocktails Molotov' contra a embaixada da Arábia Saudita na capital do Irão e forçaram a entrada na representação diplomática, tendo sido depois obrigados a recuar pela polícia.

Nimr al-Nimr, que passou mais de uma década a estudar teologia no Irão, foi um dos 47 xiitas e sunitas executados após condenação por terrorismo na Arábia Saudita.

Al-Nimr foi o impulsionador dos protestos xiitas contra o Governo saudita desde 2011.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15