sicnot

Perfil

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Cem detidos no Irão por suspeitas de ligação ao ataque à embaixada da Arábia Saudita

Cerca de cem pessoas foram detidas no Irão por ligação ao ataque contra a embaixada da Arábia Saudita, a 02 de janeiro, que provocou a rutura das relações diplomáticas entre os dois países, anunciou hoje um porta-voz iraniano.

Manifestações em frente à embaixada da Arábia Saudita no Irão

Manifestações em frente à embaixada da Arábia Saudita no Irão

© Reuters Photographer / Reuter

"Desde o ataque, cerca de 100 pessoas foram presas, mas algumas foram libertadas mais tarde", disse um porta-voz da Justiça iraniana, Gholamhossein Mohseni-Ejeie, de acordo com a agência de notícias oficial IRNA, salientando que as medidas "foram tomadas imediatamente".

As autoridades tinham, até agora, relatado quarenta detenções.

Um suspeito foi detido no "estrangeiro" e regressou ao Irão, disse, salientando que este homem, que não identificou, "deu ordens a alguns dos indivíduos que entraram na embaixada".

O guia supremo iraniano, o Ayatollah Ali Khamenei, condenou na quarta-feira o ataque, realizado em protesto contra a execução de um líder religioso xiita na Arábia Saudita, considerando que é "contra o país (Irão) e o Islão".

O presidnete Hassan Rohani também condenou os ataques, considerando-os de "totalmente injustificáveis", apelando ao julgamento rápido dos envolvidos.

O incêndio da embaixada fez com que Riade rompesse, a 03 de janeiro, as relações diplomáticas com o Irão e vários países vizinhos tomaram medidas contra Teerão.

Lusa

  • O dia em que o Brexit começa
    1:25

    Brexit

    A primeira-ministra britânica já assinou a carta que vai enviar ao Conselho Europeu para formalizar a vontade do Reino Unido de sair da União Europeia. O artigo 50.º do Tratado de Lisboa será ativado nas próximas horas. Na véspera, Theresa May recebeu da Escócia um novo contratempo político.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Governo vai dar mais meios à investigação criminal
    2:34

    País

    A ministra da Justiça garante que o Governo vai dar mais meios à investigação criminal, mas assegura que não vai mexer nos prazos dos inquéritos. A questão tem sido insistentemente levantada pela defesa de José Sócrates, que se queixa de que a Operação Marquês já ultrapassou todos os prazos.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.