sicnot

Perfil

Assalto em Tancos

Não houve diligências no terreno após denúncia sobre risco de assalto a instalações militares

Não houve diligências no terreno após denúncia sobre risco de assalto a instalações militares

A Procuradoria-Geral da República foi avisada de que havia risco de assaltos a instalações militares. Apesar de ter sido aberta há vários meses uma investigação, não chegou a haver diligências no terreno. As portas arrombadas dos paióis de Tancos não eram blindadas e a rede exterior tinha dois buracos. Este problema já tinha cabimento orçamental a 24 de março, mas o ok de Azeredo Lopes só foi dado dois meses depois, a 5 de junho. Em comunicado, o Ministério da Defesa esclareceu que este tempo serviu para atestar que as regras de contratação cumpriam a lei.

  • Chefe do Estado-Maior do Exército sente-se "humilhado"
    1:12

    Assalto em Tancos

    O chefe do Estado-Maior do Exército disse que encontrou erros inadmissíveis no comando de Tancos, de onde foi roubado armamento de guerra, e que não havia responsabilidades políticas, mas sim militares. Rovisco Duarte prestou esta quinta-feira esclarecimentos aos deputados à porta fechada, onde disse que se sentia "humilhado" pelas falhas que aconteceram na instituição que lidera.

  • PJ avisou em 2016 sobre a hipótese de desvio de armas em Tancos
    1:59

    Assalto em Tancos

    A Polícia Judiciária avisou em 2016 sobre a possibilidade de estarem a ser desviadas armas de quartéis. Numa operação, que desmantelou uma rede de tráfico de armas, onde estava envolvido um sargento-chefe dos Paraquedista de Tancos, foi apreendido diverso material só disponível nas Forças Armadas, algum coincide com o equipamento agora dado como roubado.

  • Sr. Presidente, ponha ordem no paiol!

    Opinião

    O assalto a Tancos e a tragédia de Pedrógão vieram interromper a marcha triunfal de António Costa. Mostraram um governo descoordenado e frágil na reação à crise. E um primeiro-ministro que, em vez de dar a cara, preferiu manter-se nas areias quentes de Palma de Maiorca. Marcelo mostrou-se ao comando. E distribui recados. De cima a baixo, tudo tem de ser investigado. A fatura virá mais tarde?

  • Marcelo recusa ligação entre presença em eventos militares e roubo em Tancos
    0:56

    Assalto em Tancos

    O Presidente da República recusou esta quarta-feira qualquer ligação entre a sua presença nos eventos militares dos últimos dias e o polémico roubo em Tancos. As declarações de Marcelo Rebelo de Sousa foram proferidas à saída de uma cerimónia em Coimbra, para assinalar o aniversário da Brigada de Intervenção, depois de questionado pelos jornalistas sobre a necessidade de demonstrar confiança nas chefias militares.

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.