sicnot

Perfil

Assalto em Tancos

Assalto em Tancos

Assalto em Tancos

Assalto em Tancos "representou um soco no estômago"

MIGUEL A. LOPES

O chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) afirmou esta terça-feira que o roubo em Tancos "representou um soco no estômago", mas adiantou que o material militar furtado está avaliado em apenas 34 mil euros.

Artur Pina Monteiro falava em São Bento no final de uma reunião com o primeiro-ministro, António Costa, na qual estiveram também presentes os chefes dos três ramos das Forças Armadas e o ministro da Defesa, Azeredo Lopes.

Para o CEMGFA, que falou antes do primeiro-ministro, o roubo de material militar em Tancos constituiu "um soco no estômago" para as Forças Armadas, mas salientou que a seguir a instituição militar "levantou a cabeça".

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15