sicnot

Perfil

Ataque em Berlim

Polícia alemã faz buscas mas nega detenções

© Hannibal Hanschke / Reuters

A polícia alemã nega as notícias avançada esta manhã que apontavam para a detenção de quatro pessoas relacionadas com o atentado desta segunda-feira em Berlim, que matou 12 pessoas e feriu 48. A polícia confirma apenas que houve buscas, esta noite, em dois apartamentos da capital do país. Foi entretanto revelado que foram encontradas impressões digitais do suspeito tunisino no camião.

A caça ao homem decorre em todo o país, com a participação das forças policiais dos 16 estados federais da Alemanha.

Depois de ter sido detido o homem errado, um refugiado paquistanês que acabou por ser ilibado, a polícia alemã emitiu um novo mandado de busca em nome de um tunisino de 24 anos. E oferece uma recompensa de 100 mil euros por informações que levem à detenção do suspeito.

Este homem está na Alemanha desde 2015 e terá tido o visto rejeitado recentemente.
Daí que a polícia tenha feito buscas num albergue para requerentes de asilo, onde se acredita que o suspeito terá vivido.

  • Novo regime dos recibos verdes "acaba com as injustiças dos escalões"
    1:10
  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.