sicnot

Perfil

Ataque em Manchester

Ariana Grande anuncia concerto em Manchester em memória das vítimas

Mario Anzuoni

A artista norte-americana deixou uma mensagens aos fãs e às vítimas do atentado em Manchester na rede social Twitter. Ariana Grande promete voltar a Manchester para apoiar as vítimas do atentado que matou 22 pessoas e feriu 75, na passada segunda-feira.

Ariana Grande cancelou os concertos da digressão Dangerous Woman Tour até 5 de junho, após o atentado em Manchester na passada segunda-feira.

A artista norte-americana deixou esta sexta-feira uma mensagem de apoio aos fãs na rede social Twitter, na qual prometeu regeressar a Manchester para dar um concerto em memória das vítimas.

"O meu coração, orações e profundas condolências estão com as vítimas do atentado de Manchester e com os seus familiares", garante Ariana Grande no início da mensagem publicada no Twitter.

A artista de 23 anos afirma que durante esta semana esteve sempre a pensar nos seus fãs e no que estariam a passar, após o ataque.

"Lamento a dor e o medo que devem estar a sentir e o trauma pelo qual também devem estar a passar", lamentou a artista na mensagem.

"As vítimas vão estar todos os dias no meu coração e irei pensar nelas até ao fim da minha vida", assegurou Ariana Grande no final da mensagem divulgada.

O atentado de segunda-feira foi perpetrado por um britânico de origem líbia de 22 anos, nascido em Manchester, e reivindicado pelo grupo extremista Daesh.


O ataque fez 22 mortos, além do atacante, e 75 feridos.

  • Polémica "Supernanny" em debate hoje na SIC
    2:25
  • Ser voluntário depois da reforma
    5:25