sicnot

Perfil

Ataque em Manchester

Bombista suicida pediu perdão a familiar antes de matar 22 pessoas

O bombista suicida que matou 22 pessoas na segunda-feira em Manchester, no Reino Unido, terá dito que foi movido pelo tratamento injusto que recebeu, afirmou uma parente. A mulher disse à agência AP, que Salman Abedi lhe telefonou a explicar o motivo e a pedir perdão pelo que ia fazer.

A familiar, que falou ao telefone com a AP a partir da Líbia, afirmou que um amigo muçulmano de Abedi foi assassinado no ano passado e que o terrorista lhe disse que os "infiéis" no Reino Unido não se importaram.

"A raiva foi a principal razão" para o atentado, que fez ainda 64 feridos à saída de um concerto da cantora norte-americana Ariana Grande na Manchester Arena.

Ao telefone com a sua parente, Salman Abedi terá pedido: "Perdoa-me".

As autoridades britânicas estão a investigar as ligações entre Abedi e outros militantes islâmicos em Manchester, no resto da Europa e no norte de África e Médio Oriente.

Um membro da comunidade líbia de Manchester afirmou que Abedi foi banido da mesquita depois de ter interrompido e insultado um imã que fazia um discurso contra o Daesh, que reivindicou o atentado.

Segundo um irmão mais novo do bombista, este terá consultado a Internet para aprender a fabricar um engenho explosivo e tentar conseguir "uma vitória para o Daesh".

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Caso que está a gerar tensão entre Angola e Portugal chega a tribunal 2ª.feira
    1:32

    País

    O julgamento da Operação Fizz começa esta segunda feira numa altura em que o tribunal da Relação ainda não decidiu se aceita o pedido de Luanda para que Manuel Vicente seja julgado em Angola. O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa foi arrolado pelo tribunal como testemunha e já respondeu por escrito. O processo será julgado no tribunal da comarca de Lisboa pelo coletivo de juízes formado por Alfredo Costa, Helena Pinto e Ana Guerreiro da Silva, estando o Ministério Público representado pelo procurador José Góis.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42

    País

    Mais de 60% dos jovens portugueses não usam preservativo e mais de um quarto acredita que a sida se pode transmitir pelo uso partilhado de copos ou talheres. São resultados de um estudo da Universidade de Lisboa que inquiriu 116 jovens dos 18 aos 24 anos, dos 18 aos 24 anos de todas as regiões e ilhas, estudantes universitários, mas também do programa Escolhas, que abrange uma população mais desfavorecida.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52