sicnot

Perfil

Ataque em Munique

Ataque em Munique

Ataque em Munique

Presidente alemão "horrorizado" com "ataque assassino"

O Presidente alemão, Joachim Gauck, mostrou-se "horrorizado" com o "ataque assassino" em Munique, que causou a morte de pelo menos nove pessoas.

"Eu estou ao lado das vítimas nos meus pensamentos e com todos os que estão de luto ou com receio em relação a entes queridos", afirmou Gauck em comunicado.

Na declaração, o chefe de estado manifestou também "solidariedade" para com os serviços de emergência que estão a tentar "proteger pessoas e salvar vidas".

O ministro do Interior, Thomas de Maiziere, que estava num voo para Nova Iorque irá voltar de imediato à Alemanha para acompanhar as operações de perseguição aos três suspeitos, anunciou entretanto o governo alemão.

A polícia de Munique colocou em "alerta terrorista elevado" a cidade alemã, na sequência do tiroteio num centro comercial que terá vitimado pelo menos oito pessoas, abatidas por três homens armados que se encontram em fuga.

A gare de Munique foi evacuada e os serviços de metro, autocarro e trens foram suspensos por ordem da polícia.

Com Lusa

  • Português estava a 500 metros do centro comercial de Munique
    3:39

    Mundo

    José Passinha é português e reside em Munique. No momento do tiroteio no centro comercial, o português estava num restaurante a cerca de 500 metros do local. José Passinha descreve o cenário que se vive em Munique e diz que um dos atiradores "não parece alemão".

  • Barack Obama transmite o seu apoio à Alemanha

    Mundo

    Barack Obama transmitiu apoio à Alemanha no seguimento do tiroteio que ocorreu em Munique, causando pelo menos seis mortos, enquanto fonte oficial dizia que as autoridades já estão a trabalhar para perceber se há cidadãos norte-americanos envolvidos.

  • Vídeo mostra suspeito de tiroteio em Munique a gritar que é alemão

    Mundo

    Um vídeo amador mostra um dos suspeitos do tiroteio em Munique que se escondeu num parque de estacionamento. O homem grita "sou alemão" e "seus malditos turcos". Tudo começou volta das 17:00, em Lisboa, com uma chamada de emergência que dava conta que um homem tinha começado a disparar no centro comercial Olympia, presumivelmente num restaurante de fast food. A polícia da cidade pediu aos habitantes para permanecerem em casa ao mesmo tempo que suspendia o serviço em vários meios de transporte. Na rede social twitter, a polícia admite que não sabe quem são os autores deste tiroteio, fala no plural, pedindo à população para ficar em casa e se estiver na rua para ter cuidado.

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano