sicnot

Perfil

Atentado em Londres

Seleção espanhola homenageia "herói do skate" morto no ataque em Londres

CARMELO RUBIO

A seleção espanhola homenageou esta quinta-feira o compatriota, vítima do ataque terrorista em Londres, no passado sábado, que fez oito mortos. Os jogadores cumpriram um minuto de silêncio por aquele que ficou conhecido como "o herói do skate".

A homenagem foi realizada durante o treino de quinta-feira. Espanha prepara o jogo de domingo com a Macedónia de qualificação para o Mundial de 2018.

Para além da selecção A, a selecção Sub-21 também fez um minuto de silêncio em memória de Ignacio Echeverría.

A Federação Espanhola de Futebol junta-se assim ao luto de dois dias decretado pelo Município de Madrid, cidade do advogado de 39 anos, que morreu depois de agredir os terroristas com um skate na tentativa de defender uma mulher que estava a ser atacada por um dos terroristas.

A família de Ignacio Echeverría esteve à sua procura durante quatro dias, após o ataque em Londres. Contudo, esta quarta-feira, a irmã Ana Echeverría anunciou a sua morte, depois da autoridades britânicas confirmarem a morte.

Segundo o el País, Ignacio morava em Londres há um ano, onde trabalhava como analista de prevenção de lavagem de dinheiro, no banco HSBC. A última vez que foi visto foi no sábado, no Borough Market, uma das zonas que os terroristas atacaram. O homem tinha saído para ir andar de skate com dois amigos espanhóis.

Guillermo Sánchez, um dos amigos, contou ao jornal espanhol como deram de caras com um dos terroristas a atacar uma mulher. "Quando olhei, vi que o Ignacio tinha ido até eles e começou a bater no homem com o skate", contou numa entrevista ao El País. "E de repente ele caiu no chão."

Quando Guillermo Sánchez chegou ao pé do amigo percebeu que o terrorista o atingiu com uma faca. "A última coisa que me lembro é ver o Ignacio consciente, caído de costas e agarrado ao skate."

  • A estreia de Centeno como líder do Eurogrupo
    1:56
  • Puigdemont chegou à Dinamarca e não foi detido

    Mundo

    A Justiça espanhola pediu à Dinamarca para ativar a ordem de detenção europeia contra Carles Puigdemont, que ignorou as ameaças de detenção e decidiu deslocar-se a Copenhaga para participar numa conferência. Entretanto na Catalunha, o presidente do parlamento propôs Puigdemont para voltar a dirigir o Governo Regional.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

    Luís Marques Mendes

  • O caso Assange é "um problema" para o Equador

    Mundo

    O Presidente equatoriano, Lenin Moreno, declarou no domingo que o asilo atribuído ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pela embaixada do Equador em Londres desde 2012 é "um problema herdado" que constitui "mais que um aborrecimento".