sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Governo português lamenta profundamente situação na capital francesa

O Governo português lamentou hoje "profundamente" os ataques que já provocaram, pelo menos, 40 mortos em Paris e disse desconhecer ainda se há vítimas de nacionalidade portuguesa, disse à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

© Christian Hartmann / Reuters

"O Governo lamenta profundamente a situação ocorrida em França", afirmou à Lusa fonte oficial do ministério de Rui Machete.

A mesma fonte afirmou que o Ministério dos Negócios Estrangeiros "está a acompanhar muito de perto a situação, através da embaixada e do consulado-geral em Paris", acrescentando que a embaixada está em contacto com as autoridades francesas.

Sobre a eventual existência de portugueses entre as vítimas, a mesma fonte do Palácio das Necessidades disse que ainda não é conhecida a identidade das mesmas.

Vários ataques registados hoje à noite em Paris provocaram pelo menos 40 mortos, disse fonte da polícia ao canal de televisão francês BFMTV.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.