sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Líder parlamentar do BE, em Paris, diz que ataques mostram "o pior da humanidade"

O líder parlamentar do BE, que se encontra em Paris, disse este sábado à Lusa que os ataques registados sexta-feira à noite "demonstram o pior que a humanidade tem e exigem o melhor que a humanidade pode dar".

O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, disse à Lusa que todos os indicadores económicos são "positivos" para existir uma melhor proposta de alteração dos escalões do IRS.

O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, disse à Lusa que todos os indicadores económicos são "positivos" para existir uma melhor proposta de alteração dos escalões do IRS.

Lusa

Pedro Filipe Soares encontra-se em Paris para assistir à Cimeira por um Plano B na Europa, juntamente com os dirigentes bloquistas Joana Mortágua e Luís Fazenda.

"Estado de emergência decretado em França e fronteiras fechadas. O coração de Paris foi atacado. Em Paris, solidário com a França", escreveu o deputado do Bloco, há cerca de duas horas na rede social Twitter.

Contactado pela Lusa, Pedro Filipe Soares relatou que estava em casa de familiares, no centro de Paris, e percebeu o que estava a acontecer pelas notícias.

"Começaram a chover alertas nos telemóveis das pessoas e minutos depois ouvimos sirenes a passar e depois foi a consternação geral instalada", descreveu.

O líder parlamentar do BE disse que escreveu no Twitter o que lhe vai na alma: "Os assassinos procuram impor o medo e o ódio. A consternação tem de ser ultrapassada pela solidariedade, não pela vingança (...) Nas imagens das TVs, nas ruas desertas ou nas sirenes que se ouvem, o medo e o ódio espreitam. Não os podemos deixar vencer", referiu, em dois 'posts' distintos.

"Momentos como este confrontam-nos com o pior que a humanidade tem e exigem o melhor que a humanidade nos pode dar", resumiu à Lusa.

O dirigente do Bloco deveria regressar na segunda-feira a Lisboa. No entanto, foi decretado o encerramento das fronteiras.

"Vamos aguardar e ver o que se passará nos próximos dias", disse.

Vários ataques registados sexta-feira à noite, em Paris, provocaram a morte de mais de uma centena de pessoas, segundo fontes policiais.

O Presidente francês, François Hollande, já anunciou o estado de emergência e o encerramento das fronteiras de França na sequência do que classificou de "ataques terroristas sem precedentes" no país.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31