sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Mais de 120 mortos nos ataques em Paris

Mais de 120 pessoas morreram, entre os quais quatro terroristas, nos ataques perpetrados sexta-feira à noite no centro de Paris e nas imediações do Estádio de França, informaram as autoridades francesas.

© Christian Hartmann / Reuters

O Presidente francês, François Hollande, deslocou-se à sala de espetáculos Bataclan, onde houve tomada de reféns e dezenas de pessoas foram mortas.

Acompanharam o chefe de Estado francês, o primeiro-ministro, Manuel Valls, e os titulares das pastas do Interior, Bernard Cazeneuve, e da Justiça, Christiane Taubira.

Segundo fonte policiais, três suspeitos de serem responsáveis pelo ataque ao Bataclan foram mortos durante o assalto feito pela polícia para libertar os reféns.

Outra pessoa, descrita como um bombista suicida, morreu numa das explosões nas imediações do Estádio França, referiu a polícia.

Na sequência dos ataques registados na sexta-feira à noite no centro de Paris e nas proximidades do Estádio França, o chefe de Estado francês declarou o "estado de emergência" e determinou o encerramento de fronteiras.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.