sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques registaram-se em sete pontos diferentes da capital francesa

Os ataques registados hoje à noite em Paris foram conduzidos em sete pontos diferentes da cidade, segunda fonte próxima do inquérito, citada pela AFP.

© Christian Hartmann / Reuters

De acordo com a France Presse, os ataques foram conduzidos por um 'kamikaze' no Estádio de França no norte da capital, na sala de espetáculos Bataclan (centro de Paris) onde está em curso uma tomada de reféns, bem como em cinco bairros do centro Paris muito frequentados às sextas-feiras à noite, em bairros próximos da Praça da República, uma zona próxima do jornal Charlie Hebdo, onde ocorreu um ataque em janeiro.

Os sete locais onde se deram os ataques são: Estádio de França, na Gare Du Nord, no restaurante Petit Cambodge, no bar Le Carrilon, no Bataclan Concert Hall, no Belle Equipe Bar, em Les Halle.

Vários ataques registados hoje à noite, em Paris, provocaram a morte a pelo menos 40 pessoas e pelo menos 50 pessoas ficaram feridos em estado grave, segundo fontes policiais.

O presidente francês, François Hollande, já anunciou o estado de emergência e o encerramento das fronteiras de França na sequência do que classificou de "ataques terroristas sem precedentes" no país.

Lusa

  • "Vai ser uma batalha forte e dura"
    2:51
  • A tática dos 3 Rs de Carlos Queiroz
    1:58
  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02