sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Canadá manifesta choque e tristeza com ataques em França

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, manifestou hoje choque e tristeza com os ataques terroristas iniciados na sexta-feira em Paris.

© Benoit Tessier / Reuters

"Estou chocado e triste por tantas pessoas terem sido mortas e feridas em ataques violentos em Paris", declarou Trudeau, apresentando as suas condolências.

O primeiro-ministro canadiano disse que o seu país "está com a França neste período negro e oferece toda a ajuda possível".

Vários ataques registados na noite de sexta-feira, em Paris, provocaram a morte a pelo menos 40 pessoas e mais de 50 feridos em estado grave, segundo fontes policiais.

O Presidente francês, François Hollande, já anunciou o estado de emergência e o encerramento das fronteiras de França na sequência do que classificou de "ataques terroristas sem precedentes" no país.

Lusa

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.