sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Charlie Hebdo condena "violência terrorista"

A redação do Charlie Hebdo transmitiu este sábado a sua "consternação" e "revolta", pelos ataques de sexta-feira à noite, em Paris, e condenou a "violência terrorista" desses ataques, dez meses após atentado à redação do jornal satírico.

"Toda a equipa de Charlie Hebdo mostra a sua consternação e revolta" e "Charlie Hebdo associa-se à dor das vítimas e endereça-lhes o seu apoio, assim como aos seus familiares", lê-se no comunicado.

"Toda a equipa de Charlie Hebdo mostra a sua consternação e revolta" e "Charlie Hebdo associa-se à dor das vítimas e endereça-lhes o seu apoio, assim como aos seus familiares", lê-se no comunicado.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

"Toda a equipa de Charlie Hebdo mostra a sua consternação e revolta" e "Charlie Hebdo associa-se à dor das vítimas e endereça-lhes o seu apoio, assim como aos seus familiares", lê-se no comunicado.

Doze pessoas, entre as quais cinco desenhadores (Charb, Cabu, Honoré, Tignous e Wolinski) foram mortos a 7 de janeiro deste ano, nos atentados a este jornal satírico francês perpetrados por dois irmãos 'jihadistas' franceses, que se reinvindavcam elementos da Al-Qaida da pensínsula arábica.

O jornal "condena, mais uma vez, esta violência terrorista ao serviço da ideologia totalitária islamita, que não tem outro objetivo que não seja o de destruir os valores da democracia e da República", acrescenta o comunicado do Charlie Hebdo, hoje divulgado.

O grupo extremista autodenominado Estado Islâmico reivindicou hoje, em comunicado, os atentados de sexta-feira em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais um português, e 352 feridos, 99 em estado grave.

Oito terroristas, sete deles suicidas, que usaram cintos com explosivos para levar a cabo os atentados, morreram, segundo fontes policiais francesas.

Os ataques ocorreram em pelo menos seis locais diferentes da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.