sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

John Kerry diz que ataques visaram a humanidade

O secretário de Estado dos Estados Unidos John Kerry condenou hoje os atentados "terroristas" em Paris, descrevendo-os como "atos hediondos e abomináveis" e considerando os ataques como "um assalto à humanidade" dos dois países.

IAN LANGSDON

"Esta noite, estamos ao lado do povo francês, como estão sempre os dois povos durante as horas mais sombrias. Estes ataques terroristas só vêm reforçar a nossa determinação conjunta", escreveu John Kerry num comunicado divulgado em Viena, onde se encontra para participar num encontro internacional sobre a guerra na Síria.

"Estes são atos odiosos, maldosos e abomináveis. Devemos fazer tudo o que pudermos para responder àquilo que só pode ser considerado um ataque contra a nossa humanidade", afirmou o chefe da diplomacia americana.

"A nossa embaixada em Paris está a fazer todos os possíveis para cuidar do bem-estar dos cidadãos norte-americanos na cidade [de Paris] e estamos prontos para dar todo o apoio que o Governo francês peça", acrescentou.

O comunicado do secretário de Estado norte-americano lembrou ainda que a França é "o mais antigo aliado" dos Estados Unidos e um "amigo e parceiro fundamental".

Vários ataques registados hoje à noite, em Paris, provocaram a morte a pelo menos 100 pessoas, segundo fontes policiais.

O presidente francês, François Hollande, já anunciou o estado de emergência e o encerramento das fronteiras de França na sequência do que classificou de "ataques terroristas sem precedentes" no país.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.