sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Pelo menos 127 mortos e 180 feridos em Paris, segundo balanço oficial

Os atentados terroristas em Paris de sexta-feira à noite causaram pelo menos 127 mortos e cerca de 180 feridos, 80 dos quais em estado crítico, disseram hoje fontes policiais francesas.

© Philippe Wojazer / Reuters

Oito terroristas, todos com coletes de explosivos, atacaram seis locais, entre eles uma sala de espetáculos e o estádio nacional, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

Dos oito atancantes, sete dos quais suicidas, morreram, de acordo com as mesmas fontes.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Estes foram os atentados mais sangrentos na Europa desde os ataques em Madrid, em 2004.

Os atentados ainda não foram reivindicados.

"Este terrível provação (...) sabemos de onde vem, quem são estes criminosos, que são estes terroristas", afirmou Hollande.

O ministério do Interior francês pediu, em comunicado, aos parisienses que se mantenham em casa, divulgando um número de informações ao público (0800406005).

"As pessoas que se encontrem em casa, em casa de amigos, ou em instalações de trabalho na região parisiense, devem evitar sair, salvo em caso de necessidade absoluta", de acordo com a página digital do ministério.

As autoridades criaram uma plataforma 'online' (www.securite.interieur.gouv.fr) para reunir testemunhos que possam ajudar nas investigações.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.