sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Portugal reforça segurança nas embaixadas e aeroportos

Por causa dos atentados em Paris, Portugal reforçou a segurança em embaixadas e aeroportos.

© Benoit Tessier / Reuters

As autoridades portuguesas aumentaram a presença junto das embaixadas de França, dos Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e nos aeroportos do país.

Esta manhã, no aeroporto de Lisboa várias pessoas tentaram cancelar voos para a capital francesa mas os que vão viajar assumem estar assustados com o que aconteceu.

  • Ataques foram cometidos pelo Estado Islâmico, diz Hollande

    Ataques em Paris

    O presidente francês declarou hoje que os atentados de sexta-feira à noite em Paris, que causaram pelo menos 127 mortos, foram "um ato de guerra" de "um exército terrorista", do movimento do Estado Islâmico (EI). François Hollande pediu aos franceses "unidade e sangue-frio", ao mesmo tempo que decretou o "luto nacional por três dias", na sequência dos ataques terroristas de sexta-feira.

  • "O que aconteceu em Paris foi um ato de guerra"
    1:32

    Ataques em Paris

    Esta manhã, François Hollande confirmou que os ataques de ontem em Paris foram organizados pelo Estado Islâmico. O Presidente francês disse que a França vai ser implacável com os bárbaros do Daesh , ou seja, Estado Islâmico, e confirmou que os atentados foram planeados no exterior do país mas tiveram ajuda interna.

  • Há um português entre as vítimas mortais de Paris

    Ataques em Paris

    Um português, que se encontrava perto do Estádio de França, morreu nos atentados terroristas de sexta-feira em Paris, disse hoje fonte oficial do ministério dos Negócios Estrangeiros português. A mesma fonte acrescentou que, de momento, esta é a única informação disponível e facultada pelas autoridades locais parisienses.

  • Nuno Espírito Santo volta a desenhar no quadro
    6:54

    Desporto

    O treinador do FC Porto usou hoje de novo o marcador para desenhar e assim tentar explicar-se melhor. Foi na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Sporting de Braga. "Sei que isto vai ser motivo de brincadeira, crítica e análise", disse. "Não reparem no desenho, prestem atenção ao conteúdo".

  • "A frase que mais ouço quando digo que sou blogger é: 'Mas dá para viver disso?'"

    Web Summit

    É certo e sabido que a internet e as redes sociais abriram as portas a novas realidades laborais e sobretudo a oportunidades profissionais espalhadas um pouco por todo o mundo. Portugal não foge à regra e é cada vez mais uma parte desse todo, como o demonstra a organização da WebSummit para o triénio 2016-18. Foi precisamente por lá que encontramos a Sara Riobom, uma engenheira industrial convertida à blogosfera e a fazer vida disso mesmo.

    Martim Mariano