sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Rússia coloca serviços de segurança em alerta máximo

A Rússia colocou os serviços de segurança nacional em alerta máximo na sequência dos ataques terroristas perpetrados em França que provocaram pelo menos 129 mortos, anunciaram este sábado as autoridades russas antiterrorismo.

A Rússia considera que, com as novas ameaças manifestadas em Paris na sexta-feira à noite, "todos os componentes do sistema de segurança russo foram colocados em alerta máximo". (Arquivo)

A Rússia considera que, com as novas ameaças manifestadas em Paris na sexta-feira à noite, "todos os componentes do sistema de segurança russo foram colocados em alerta máximo". (Arquivo)

© Maxim Shemetov / Reuters

"Os órgãos de segurança do nosso país estão a tomar as medidas apropriadas para garantir a segurança dos cidadãos e a proteção contra o terrorismo", indicou o Comité Nacional Antiterrorismo.

A Rússia considera que, com as novas ameaças manifestadas em Paris na sexta-feira à noite, "todos os componentes do sistema de segurança russo foram colocados em alerta máximo".

As autoridades russas também instam os cidadãos do país a exercer "responsabilidade e vigilância" face a estas ameaças do terrorismo internacional.

O presidente Vladimir Putin enviou hoje um telegrama ao homónimo francês François Hollande, no qual apelou à unidade para lutar contra o terrorismo, e ofereceu-se para colaborar com os franceses na investigação dos ataques.

Lusa

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49