sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Sampaio da Nóvoa consternado com "mais um atentado à liberdade"

O candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa manifestou hoje a sua consternação pelos ataques registados na sexta-feira à noite em Paris, que classificou como "mais um atentado à liberdade e aos valores universais".

© Christian Hartmann / Reuters

"O terrorismo atingiu Paris esta noite. Enquanto aguardamos mais informações sobre o sucedido, não posso deixar de manifestar a minha consternação e de transmitir desde já toda a solidariedade e pesar à França e aos nossos concidadãos europeus face a mais um atentado à liberdade e aos valores universais que todos partilhamos", referiu António Sampaio da Nóvoa, em comunicado, que termina com a 'hashtag' "LibertéEgalitéFraternité" (Liberdade, Igualdade, Fraternidade, o lema da Revolução Francesa).

Vários ataques registados na sexta-feira à noite, em Paris, provocaram a morte a pelo menos 40 pessoas e pelo menos 50 pessoas ficaram feridos em estado grave, segundo fontes policiais.

O Presidente francês, François Hollande, já anunciou o estado de emergência e o encerramento das fronteiras de França na sequência do que classificou de "ataques terroristas sem precedentes" no país.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".