sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

França bombardeia "Estado Islâmico", pelo menos 130 mortos

Cerca de 130 pessoas morreram este domingo nos raides que a Força Aérea francesa desenvolveu contra Raqqa, a cidade síria utilizada pelo "Estado Islâmico" como capital.

O Ministério da Defesa francês informou que o ataque incluiu 10 caças aéreos (na imagem), que lançaram 20 bombas.

O Ministério da Defesa francês informou que o ataque incluiu 10 caças aéreos (na imagem), que lançaram 20 bombas.

AMBOISE/ECPAD/SIRPA AIR/HANDOUT

"O primeiro objetivo destruído era utilizado pelo DAESH (sigla árabe do auto proclamado Estado Islâmico) como posto de comando, centro de recrutamento jihadista e depósito de armas e munições. O segundo objetivo era um campo de treino terrorista", refere o ministro da Defesa francês em comunicado.

Doze aparelhos, entre estes 10 caças, partiram ao mesmo tempo dos Emirados Árabes Unidos e da Jordânia e largaram 20 bombas.

"Planeado em locais previamente identificados em missões de reconhecimento realizadas por França, esta operação foi conduzida em coordenação com as forças norte-americanas", lê-se no comunicado.

  • Carro do suspeito de rapto de Maelys fotografado por radar a alta velocidade
    1:16

    Mundo

    Praticamente um mês depois do desaparecimento de Maelys de Araújo, as autoridades francesas continuam a fazer buscas para tentar encontrar a menina lusodescendetnte de 9 anos. Entretanto, um jornal francês revelou que o carro do homem suspeito de rapto terá sido fotografado, por um radar, a alta velocidade na noite do desparecimento.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Terra volta a termer no México

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6,2, na escala de Richter, foi registado às 05h30, hora local, 23h30, em Lisboa. Até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais.

  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04

    Mundo

    O Presidente francês volta hoje a ser alvo de manifestações contra a reforma laboral. Os protestos foram organizados por Jean Luc Melenchon, o candidato da extrema-esquerda que concorreu contra Macron.

  • Icebergue com 5.800 quilómetros quadrados está a deslocar-se na Antártida

    Mundo

    Um icebergue gigante está a deslocar-se na Antártida em direção ao mar de Weddell segundo as imagens de satélite reveladas. Trata-se do A68, um icebergue quatro vezes maior que a cidade de Londres. Com cerca de 5.800 quilómetros quadrados e triliões de toneladas, A68 é um dos maiores icebergues conhecidos.