sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Suspeito de atentado em Paris em fuga

Polícia belga e francesa confirmam detenção de 12 pessoas implicadas no ataque. Fonte próxima da investigação dos atentados de Paris revelou há instantes à France Presse que há três irmãos implicados nos ataques e que um deles pode estar em fuga.

As autoridades da Bélgica confirmaram na última hora que afinal são três os responsáveis pelos ataques em Paris com nacionalidade francesa a viver em Bruxelas.

O número de detidos foi também atualizado esta tarde. Só na Bélgica foram sete pessoas detidas, outras cinco em França.

No total, são 12 os detidos para interrogatório de acordo com as últimas informações.

Ainda ontem, apenas algumas horas depois dos ataques em França, a polícia belga colocou em marcha uma operação antiterrorista e realizou as primeiras detenções, num bairro de Bruxelas.

Na origem da investigação está um carro que terá sido usado pelos bombistas e que foi encontrado junto ao Bataclan.

A viatura, um polo preto de matrícula belga, foi alugada por um francês residente na Bélgica.

O homem foi detido pela polícia belga junto à fronteira com França. Estava dentro de uma outra viatura, com mais duas pessoas. Nenhum dos três é conhecido das autoridades francesas.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.