sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Suspeito de atentado em Paris em fuga

Polícia belga e francesa confirmam detenção de 12 pessoas implicadas no ataque. Fonte próxima da investigação dos atentados de Paris revelou há instantes à France Presse que há três irmãos implicados nos ataques e que um deles pode estar em fuga.

As autoridades da Bélgica confirmaram na última hora que afinal são três os responsáveis pelos ataques em Paris com nacionalidade francesa a viver em Bruxelas.

O número de detidos foi também atualizado esta tarde. Só na Bélgica foram sete pessoas detidas, outras cinco em França.

No total, são 12 os detidos para interrogatório de acordo com as últimas informações.

Ainda ontem, apenas algumas horas depois dos ataques em França, a polícia belga colocou em marcha uma operação antiterrorista e realizou as primeiras detenções, num bairro de Bruxelas.

Na origem da investigação está um carro que terá sido usado pelos bombistas e que foi encontrado junto ao Bataclan.

A viatura, um polo preto de matrícula belga, foi alugada por um francês residente na Bélgica.

O homem foi detido pela polícia belga junto à fronteira com França. Estava dentro de uma outra viatura, com mais duas pessoas. Nenhum dos três é conhecido das autoridades francesas.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".