sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Mais um suspeito detido na Bélgica, dois já detidos acusados de terrorismo

A polícia belga anunciou a detenção de um oitavo suspeito dos ataques de Paris na cidade belga de Molenbeek. Entretanto, dois dos sete detidos na Bélgica no sábado por suspeitas de ligação aos ataques de sexta-feira foram hoje formalmente acusados de terrorismo.

Reuters

Os dois suspeitos "estão detidos sob acusação de terrorismo e participação em atividades de um grupo terrorista", indica a Justiça belga em comunicado, citada pela AFP.

De acordo com os meios de comunicação social belgas, os detidos são o proprietários e o condutor de um veículos apreendido no sábado em Calais (norte de França) na autoestrada entre Paris e Bruxelas. Os suspeitos foram horas mais tarde intercetados e detidos em Molenbeek.

Outros cinco dos sete detidos no sábado foram libertados.

As autoridades belgas ainda não encontraram Salah Abdeslam, um dos principais suspeitos dos atentados e que tem já um mandado de captura internacional.

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.