sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Seleção francesa em Londres sob fortes medidas de segurança

A seleção francesa de futebol chegou esta segunda-feira a Londres rodeada de fortes medidas de segurança, na véspera do jogo particular com a Inglaterra, que se disputa no Estádio de Wembley, quatro dias após os atentados de Paris.

Depois dos ataques, o Estádio de Wembley foi decorado com as cores da bandeira francesa e a inscrição "Liberdade, igualdade, fraternidade" está visível na fachada.

Depois dos ataques, o Estádio de Wembley foi decorado com as cores da bandeira francesa e a inscrição "Liberdade, igualdade, fraternidade" está visível na fachada.

© Paul Hackett / Reuters

Os 'bleus' chegaram à capital britânica perto do meio-dia, depois dos atentados terroristas de sexta-feira à noite, na capital francesa, que provocaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses. Algumas explosões ocorreram nas proximidades do Stade de France e ouviram-se no recinto, onde os 'tricolores' defrontavam à mesma hora a Alemanha.

Entre os convocados franceses estão o médio Lassana Diarra, que perdeu uma prima nos ataques, e o avançado Antoine Griezmann, cuja irmã saiu ilesa da sala de espetáculos Bataclan, onde se registou o maior número de vítimas dos atentados.

Depois dos ataques, o Estádio de Wembley foi decorado com as cores da bandeira francesa e a inscrição "Liberdade, igualdade, fraternidade" está visível na fachada. Antes do início do jogo, será guardado um minuto de silêncio em memória das vítimas dos atentados, que foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico no sábado.

De acordo com o último balanço feito pelos hospitais, das 415 pessoas que foram atendidas nos hospitais após os ataques, pelos menos 42 feridos continuavam no domingo à tarde em vigilância intensiva em unidades de reanimação.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, que morreram, ocorreram em vários locais da cidade.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Seleção francesa joga amanhã com Inglaterra em Londres
    2:41

    Ataques em Paris

    Londres cumpriu 2 minutos de silêncio em memória das vítimas dos atentados de Paris. Amanhã, a seleção francesa volta a entrar em campo em Londres num jogo rodeado de particulares medidas de segurança depois do que aconteceu na sexta-feira no Stade de France. A jornalista da SIC Filipe Pereira dá conta do ambiente que se vive na capital britânica.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.