sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Cantor norte-americano Bob Dylan pede segurança armada para concertos em Itália

O cantor norte-americano Bob Dylan pediu seguranças armados no interior do auditório Manzoni de Bolonha, no centro de Itália, onde vai atuar hoje e na quarta-feira, noticiou hoje o diário Corriere della Sera.

© Mario Anzuoni / Reuters

Na entrada do auditório vão estar vários agentes da polícia, no interior estarão 12 seguranças armados, parte dos quais ficará, à paisana, entre o público, de acordo com a organização do espetáculo.

O diretor artístico da sala, Giorgio Zagnoni, confirmou ao jornal o pedido do compositor e explicou ter sido contratada uma agência de segurança para vigiar as entradas, o palco e o camarim de Dylan, de 74 anos.

"É a primeira vez que um artista nos pede para reforçar desta maneira a segurança. Mas, dada a situação e depois do que aconteceu em Paris, o pedido de Dylan é mais que compreensível", afirmou.

As medidas de segurança vão ser reforçadas, mas "vão continuar a ser dois concertos normais (...) se não existissem condições, seriam cancelados", garantiu.

Zagnoni acrescentou que não há detetores de metais, mas os responsáveis da segurança poderão, caso considerem necessário, identificar os espetadores à entrada.

Na sexta-feira, 89 pessoas foram mortas na sala de espetáculos Bataclan, em Paris, por combatentes do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07