sicnot

Perfil

Ataques em Paris

França vai reforçar orçamento para a área militar e da segurança

França vai reforçar orçamento para a área militar e da segurança

O primeiro-ministro de França acredita que a ameaça se mantém e que podem ocorrer mais ataques em breve. Manuel Valls informa que a França vai reforças as verbas para o setor militar e da segurança e avisa já que não vai cumprir as regras orçamentais da zona euro. Valls diz que o país tem mesmo de o fazer e que a Europa terá mesmo de o compreender.

  • Polícia francesa fez mais 128 rusgas durante a noite

    Ataques em Paris

    A polícia francesa realizou 128 rusgas esta madrugada, no âmbito do estado de emergência decretado após os atentados de sexta-feira passada em Paris, anunciou o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve. Entretanto, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, voltou a alertar a possibilidade de novos ataques.

  • França pode voltar a ser alvo de ataque "nos próximos dias, nas próximas semanas"
    1:00

    Ataques em Paris

    Foram detidas 23 pessoas e apreendidas mais de 30 armas na noite última noite, em ações das autoridades francesas. Desde os atentados, mais de 100 pessoas ficaram em prisão domiciliária. Esta noite foram realizadas mais de 150 buscas. A informação que foi confirmada pelo primeiro-ministro francês. Manuel Valls deixou ainda o alerta para a possibilidade de novos ataques "nos próximos dias, nas próximas semanas".

  • Polícia pode ter evitado seis novos atentados em França
    3:20

    Ataques em Paris

    As autoridades francesas dizem ter evitado seis potenciais atentados nas últimas 36 horas. Esta terça-feira, a segurança vai ser novamente reforçada: mais 10 mil homens das Forças Armadas vão juntar-se aos 2500 elementos das forças policiais que patrulham as ruas de Paris desde os ataques de sexta-feira. Esta segunda-feira, um dos símbolos máximos do país vestiu-se de azul, branco e encarnado, em homenagem às vítimas. Um dos enviados da SIC à capital francesa, Rui Pedro Reis, conta como correu a primeira 2ª feira depois dos atentados.

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.