sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Inglaterra vence França em jogo particular marcado pelas homenagens às vítimas de Paris

A Inglaterra venceu esta terça-feira a França por 2-0, num jogo particular de futebol disputado no Estádio de Wembley, em Londres, marcado por diversas homenagens às vítimas dos atentados terroristas de sexta-feira em Paris.

© Reuters Staff / Reuters

Os golos ingleses foram marcados por Dele Alli, aos 39 minutos, e Wayne Rooney, aos 48 minutos.

Antes do início da partida, o hino francês foi entoado em coro pelos milhares de espetadores presentes em Wembley.

A letra da 'Marselhesa' foi exibida nos ecrãs gigantes do estádio londrino, decorado com as cores da bandeira francesa e com a inscrição da divisa francesa 'Liberdade, Igualdade, Fraterindade' exibida na fachada principal.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, marcou presença em Wembley para assistir ao jogo particular, numa manifestação de solidariedade na sequência dos atentados de Paris.

Antes da entoação dos hinos, o príncipe William e os dois selecionadores, Didier Deschamps e Roy Hodgson, depuseram uma coroa de flores no recinto.

Foi ainda observado um minuto de silêncio, com os jogadores e os árbitros dispostos em redor do círculo central do campo.

O grupo radical sunita "Estado Islâmico" reivindicou no sábado os atentados perpetrados na sexta-feira em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses, e mais de 300 feridos.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, ocorreram em vários locais da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.