sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Mónaco interdita adeptos do Anderlecht em jogo da Liga Europa

O Mónaco anunciou esta terça-feira que o Governo daquele principado decidiu interditar a presença de adeptos dos belgas do Anderlecht, adversários dos monegascos na Liga Europa de futebol, que defrontará na próxima quinta-feira.

Uma vista aérea sobre o estádio Louis II, no Mónaco. (Arquivo)

Uma vista aérea sobre o estádio Louis II, no Mónaco. (Arquivo)

© Eric Gaillard / Reuters

A decisão de interditar o Estádio Louis II aos adeptos belgas surge na sequência do reforço das medidas de segurança motivadas pelos atentados terroristas de sexta-feira, em Paris, reivindicados pela organização extremista Estado Islâmico.

Conforme um comunicado hoje divulgado pelo clube treinado pelo português Leonardo Jardim, no qual jogam João Moutinho, Fábio Coentrão, Ricardo Carvalho, Ivan Cavaleiro e Hélder Costa, os acontecimentos da passada sexta-feira "obrigam o Principado do Mónaco a reforçar os seus níveis de vigilância e dar prioridade à mobilização das forças policiais".

A UEFA e o Anderlecht, adversário de terça-feira, em partida da quinta jornada do Grupo J, foram informados e validaram a decisão monegasca.

O grupo radical sunita "Estado Islâmico" reivindicou no sábado os atentados perpetrados na sexta-feira em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses, e mais de 300 feridos.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, ocorreram em vários locais da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC