sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Bélgica procura fabricante dos cintos de explosivos

As autoridades belgas procuram um alegado terrorista que terá fabricado os cintos de explosivos que foram acionados pelos atacantes nos atentados de sexta-feira, em Paris, informou hoje o grupo de jornais Mediahuis.

© Charles Platiau / Reuters

Trata-se de um homem identificado como Mohamed K, nascido nas Antilhas e que vivia em Roubaix, no norte de França.

A polícia francesa enviou uma ordem de busca aos seus homólogos belgas para que detenham o suspeito, classificado como "extremamente perigoso" devido ao seu conhecimento sobre explosivos e sistemas de detonação.

A justiça francesa acredita que Mohamed K esteve em contacto, durante e depois dos atentados, com Salah Abdeslam, alvo de um mandado de captura internacional e que terá alugado veículos registados na Bélgica usados na operação terrorista de sexta-feira passada, em Paris, que provocou 129 mortos e mais de 400 feridos.

Os investigadores acreditam que Mohamed K será encontrado "mais rapidamente que Abdeslam", de acordo com os jornais do Mediahuis.

Lusa

  • Fim da operação policial nos arredores de Paris, 2 mortos e 7 detenções

    Ataques em Paris

    Uma operação policial de larga escala em Saint-Denis, a norte da capital francesa, terminou hoje com dois mortos e sete pessoas detidas. O raide, relacionado com os atentados de sexta-feira, terá sido despoletado por suspeitas da preparação de um novo ataque. Foi montado um cerco a um apartamento onde as autoridades acreditavam que poderia estar Abdelhamid Abaaoud, o alegado cérebro dos ataques.

  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.