sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Salah Abdeslam detido em fevereiro na Holanda por posse de cannabis

Salah Abdeslam, alvo de um mandado de captura internacional por ser um dos suspeitos da organização dos atentados em Paris, foi detido em fevereiro, na Holanda, por posse de cannabis, anunciou quarta-feira a polícia holandesa.

"Apelo a testemunhas", lê-se na nota, que identifica "Abdeslam Salah, nascido a 15 de setembro de 1989, em Bruxelas, e alvo de um mandado de busca".

"Apelo a testemunhas", lê-se na nota, que identifica "Abdeslam Salah, nascido a 15 de setembro de 1989, em Bruxelas, e alvo de um mandado de busca".

"Ele foi preso durante uma operação de rotina no início de fevereiro", disse à AFP um porta-voz da polícia holandesa, dizendo que uma quantidade "limitada" de cannabis tinha sido encontrada durante uma busca à sua viatura.

Salah Abdeslam poderia, contudo, prosseguir a sua viagem depois de pagar uma multa de 70 euros, referiu a polícia. Seguia acompanhado por um dos seus irmãos e outra pessoa, em direção a sul, num carro registado na Bélgica.

A polícia não especificou se o irmão de Salah Abdeslam que o acompanhava era Mohamed Abdeslam, detido no início desta semana na Bélgica para interrogatório e posteriormente libertado. Nessa altura, Mohamed fez um apelo ao irmão para que se entregue às autoridades.

As autoridades belgas procuram agora um alegado terrorista que terá fabricado os cintos de explosivos que foram acionados pelos atacantes nos atentados de sexta-feira, em Paris, informou hoje o grupo de jornais Mediahuis. Trata-se de um homem identificado como Mohamed K, nascido nas Antilhas, e que vivia em Roubaix, no norte de França.

A justiça francesa acredita que Mohamed K esteve em contacto, durante e depois dos atentados, com Salah Abdeslam, que terá também alugado veículos registados na Bélgica, usados na operação terrorista de sexta-feira passada, em Paris, que provocou 129 mortos e mais de 400 feridos.

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.